NVIDIA: A Sua Melhor Geração De Gpus Que Ainda Não Podes Comprar 😀

A linha RTX 3000 da Nvidia entrega um excelente custo / benefício a todos os jogadores, algo que não se verificava faz tempo. Como complemento e de forma a não tornar o nosso vídeo chato por estar carregado com muita informação, vamos aqui apresentar de uma forma mais completa, todos os testes que fizemos, e alguns exemplos das tecnologias da Nvidia. 

Conseguimos a tempo de incluir neste artigo a supra sumo RTX 3090, onde testamos junto da RTX 3060 Ti, 3070 e da 3080, completando assim, a família Ampere (pelo menos para já 😎).

Nvidia DLSS - O que é isto?

Uma das tecnologias em destaque neste lançamento é o DLSS 2.0 (Deep Learning Super Sampling), a qual segundo a Nvidia é um melhoramento da tecnologia face às versões anteriores.

De uma forma mais simples e fácil de explicar, para não complicar, imaginem em um monitor ou mesmo uma televisão com resolução 4K Ultra HD (3840×2160) através do DLSS a placa gráfica irá processar a imagem do vosso videojogo com uma resolução mais baixa por exemplo em Full HD (1920×1080) e de seguida vai renderizar essa imagem na resolução 4k, o que irá permitir ter ganhos nos FPS, sem que se sacrifique a imagem final. 

Deixo-vos alguns exemplos em vários jogos onde podem verificar a diferença do DLSS ligado ou desligado (FPS mais baixos significa que a resolução nativa de 4k está a ser renderizada).

Ray Tracing - O que é isto?

O que é Ray Tracing? É uma maneira avançada e realista de renderizar luz e sombras em um determinado cenário. Aplicado nos filmes e programas de televisão que o usam para criar e combinar um incrível trabalho de CGI (CGI – imagens geradas por computador) com cenários da vida real.

Esta tecnologia é sem sombra de dúvidas algo muito pesado e difícil de renderizar, necessitando até então no passado de super computadores onde apenas artistas profissionais se aventuravam. Este é o principal motivo pelo qual não vimos o Ray Tracing implementado em jogos, até agora.

Hoje em dia, o Ray Tracing é realmente alcançável em jogos de PC, mesmos nos maiores títulos a implementação é feita de uma forma mais limitada, como apenas o renderizar de reflexos ou sombras realistas. 

Nesta terceira geração da Nvidia das RTX 3000, foi implementada a 2ª geração de Cores de Ray Tracing, o que dá uma novo fôlego aos jogos com esta tecnologia ativada, pois é notório o incremento no desempenho face ás gerações anteriores. 

De seguida apreciem alguns exemplos da beleza do Ray Tracing. 

Plataforma Testes:

Como plataforma de testes usamos a nossa habitual do canal de Youtube. Com uma das melhores relações custo / benefício, utilizamos o Ryzen 5 5600X de forma a não limitar o desempenho. Poderíamos ter colocado o Ryzen 9 5950X, mas tal como acontece com as placas gráficas também este se encontra indisponível. 

A plataforma de testes foi com base em:

  • Processador AMD Ryzen 5 5600X
  • Motherboard Asus TUF Gaming X570-PLUS (Wi-Fi)
  • 16 GB (2x8GB) DDR4-3600MHz CL16
  • Cooler Asus ROG Ryuo 240
  • Fonte de alimentação Corsair HX850W Series 80 Plus Platinum
  • Caixa Asus TUF Gaming GT501
  • Monitor LG 43UN700-B IPS 42.5″ 4K UHD 16:9 60Hz

As drivers utilizadas para as placas gráficas foram as mais recentes (461.09 WHQL), Windows 10 Home 20H2 e todos os jogos com as mais recentes atualizações.

Benchmarks

Começando então pelo título mais antigo da lista de jogos testados, Shadow of the Tomb Raider lançado a 14 de Setembro de 2018 é um jogo de ação-aventura desenvolvido pela Eidos Montreal em conjunto com a Crystal Dynamics e publicado pela Square Enix. Este é o terceiro título da série de reboot e o décimo segundo da franquia Tomb Raider, depois de Tomb Raider seguido por Rise of the Tomb Raider.

Em todos os jogos, colocamos as definições sempre no máximo (sempre que disponível em ULTRA). Desligamos o Anti-Aliasing, de forma a obtermos os FPS máximos. 

Um dos jogos do ano de 2018, Battlefield 5 veio trazer o palco da 2ª guerra mundial para todas as plataformas, mas é no PC que mostra todo o seu esplendor. Este FPS foi dsenvolvido pela DICE e publicado pela Electronic Arts. É o décimo sexto jogo da série Battlefield. Foi lançado mundialmente para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One em 20 de novembro de 2018.

Control é um jogo de ação-aventura de tiro na terceira pessoa desenvolvido pela Remedy Entertainment e publicado pela 505 Games. Foi lançado em 27 de agosto de 2019 para Windows, PlayStation 4 e Xbox One. 

Este jogo é muito utilizado em benchmark, pois possui muitas das funcionalidades do Ray Tracing, tornando-se assim um marco neste campo.

Metro Exodus é um FPS do género de sobrevivência, foi desenvolvido pela 4A Games e publicado pela Deep Silver. É o terceiro capítulo da trilogia da saga Metro baseada nos romances de Dmitry Glukhovsky, após os eventos de Metro 2033 e Metro: Last Light. 

Este jogo prima pela qualidade gráfica, tornando-se um dos pesos pesados no mercado de Gaming sendo uma referência nos jogos de PC. Foi lançado em 15 de Fevereiro de 2019 para Windows, PlayStation 4 e Xbox One.

Watch Dogs: Legion está centrado desta vez na cidade ficticia de Londres, onde o jogador sem limites a pode explorar. As liberdades pessoais têm sido muito limitadas, e os cidadãos são constantemente controlados nas suas atividades diárias pela Albion. 

Este jogo apresenta um visual bastante rico onde o Ray Tracing mostra todo o seu esplendor. De seguida, deixamos-te dois exemplos, um com todas as definições de Ray Tracing ligadas, e outro desligado, onde vemos uma diferença muito grande no desempenho.

Como podemos verificar pelo gráfico acima, conseguimos jogar um dos jogos mais falados do momento com todas as definições no máximo. Não nos pudemos esquecer, que a 3060 Ti não é de todo uma placa gráfica pensada para a resolução de 4K e ainda por cima com as definições do Ray tracing ativadas, dando a parecer que será uma placa fraca. Se desativarmos as opções do Ray Tracing, em 4k a placa é 6x mais eficaz, chegando ao patamar dos 38 FPS em 4K ! (não esquecer que temos as definições todas em ULTRA, pois caso baixem para Medio / Alta, poderão usufruir mesmo desta placa gráfica “fraca” nesta alta resolução).

Ao ativar a opção do DLSS, como podemos verificar no gráfico abaixo, notou-se um incremento médio na casa dos 10 ou mais FPS. Acreditamos que esta tecnologia vai amadurecer elevando ainda mais a diferença e cimentando assim este DLSS como uma forte aposta nas próximas gerações da Nvidia, usufruindo não só das definições gráficas muito altas e também de Ray Tracing.

O que pauta esta geração das Nvidia RTX 3000 é de facto o seu desempenho a um custo mais baixo. Temos o exemplo da RTX 3070, que se compara ao nível de performance / watt à RTX 2080 Ti, placa gráfica de topo da geração anterior.

Certamente desempenho será algo que não irá faltar nesta geração, o que será uma grande alavanca no desempenho para todos os jogadores.

Infelizmente este lançamento também ficou marcado pela falta de stock, o que levou muitos jogadores ao desespero, pois querem fazer upgrade e não encontram stock em lado nenhum. A Nvidia promete reforçar a sua linha Ampere no decorrer do primeiro semestre de 2021, pelo que vamos ter de aguardar mais alguns meses para equilibrar a procura destas novas placas gráficas.

Se tiveres dúvidas ou sugestões, não hesites em participar na seção de comentários abaixo. 

RTX 3000

TODA A FAMÍLIA NVIDIA AMPERE

ARTIGOS RECENTES

1 thought on “NVIDIA: A Sua Melhor Geração De Gpus Que Ainda Não Podes Comprar 😀”

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *