AMD Avisa Sobre Redução de Desempenho de Processadores Ryzen no Windows 11

O desempenho dos processadores Ryzen pode sofrer uma diminuição até 15% em alguns jogos, no entanto, a AMD está já a preparar uma solução.

Este é um aviso para quem tem, ou planeia ter, instalado o Windows numa máquina com um processador Ryzen: preparem-se para sentir uma redução no desempenho. A AMD diz que descobriu um problema estranho nos seus processadores que pode despoletar uma redução de desempenho em certas aplicações do Windows 11.

A AMD registou num documento de suporte que todos os processadores AMD oficialmente compatíveis com o Windows 11 são afetados por este problema. Estes processadores abrangem as gamas que vão até à série Ryzen 2000 de 2018.

Um dos problemas descobertos pode potencialmente causar o aumento da latência da cache L3 dos processadores AMD em até 3 vezes. Ao abrandar o banco de memória L3 pode arrastar os tempos de acesso para algumas aplicações: “nestas aplicações, o impacto deste problema pode reduzir o desempenho entre 3% a 5% “. A AMD acrescentou ainda no mesmo documento: “É possível registar uma redução de desempenho entre 10% a 15% em alguns jogos comuns de eSports”.

O segundo problema envolve o sistema “UEFI CPPC2” dos processadores que comunicam com o sistema operativo sobre quais os núcleos mais capazes de alcançar  uma melhoria mais elevada de velocidade para determinadas tarefas de programação. Por alguma razão, o sistema UEFI CPPC2 não atribui segmentos/threads agendados preferencialmente no núcleo mais rápido do processador quando corre no Windows 11. Como resultado, o problema pode causar redução e abrandamento de desempenho, especialmente em programas single-threaded.

A AMD acrescentou ainda que “aplicações sensíveis ao desempenho de um ou mais threads de um processador podem exibir desempenho reduzido. O impacto no desempenho pode ser mais detetável em processadores com mais de 8 núcleos acima de 65W TDP”.

Este tipo de situações é comum aquando do lançamento de um novo sistema operativo, por isso, talvez seja melhor esperar um pouco até que a maior parte dos bugs sejam detetados e resolvidos antes de instalar o Windows 11
Relativamente a estes problemas de desempenho, a AMD e a Microsoft estão já a preparar soluções que deverão chegar até ao final deste mês.

ARTIGOS RECENTES

Black Friday PCDIGA 2021

Havia um preço que te separava…até hoje! Os maiores descontos desta Black Friday estão na tua PCDIGA, não percas tempo!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *