Já Há Mais Novidades Sobre as Novas Gráficas Intel Arc

Após alguns dias depois da Intel anunciar a sua nova marca dedicada a placas gráficas, a empresa revelou mais novidades.

Foram meses de notícias sem grandes detalhes até que a Intel anunciou, finalmente, que irá lançar uma marca dedicada exclusivamente ao desenvolvimento de placas gráficas. Parece que a empresa está agora ansiosa por revelar novidades e, poucos dias depois do grande anúncio, temos agora mais notícias. A empresa partilhou informações sobre a sua próxima plataforma de placas gráficas Xe HPG e o que o futuro reserva.

No evento da Intel Architecture Day 2021 ficamos a saber de que forma a empresa planeia competir com a Nvidia e AMD no mercado de placas gráficas a todos os níveis, doméstico, com gráficas dedicadas para desktop e gráficas integradas para portáteis, e empresarial.

Neste evento, a Intel não abriu totalmente o jogo, obviamente, e ficou ainda muito por saber. Ficaram ainda muitas respostas por dar, como as especificações da sua próxima placa gráfica, design e preços. Para sermos justos, é um facto que o evento tem o nome de Architecture Day e não é propriamente dedicado à Intel Arc.

Ficamos a saber que a Intel DG2 está terminada e o futuro está na “Alchemist”, o nome de código para a arquitetura gráfica da Intel que irá alimentar a primeira geração de placas gráficas baseadas em Xe HPG (High Powered Gaming) e que serão comercializadas sob o logótipo da Arc.

Pode parecer um pouco confuso, e é, mas pelo que se percebe, isto significa que provavelmente veremos placas gráficas “Intel Arc XXXX” no primeiro trimestre de 2022 baseadas num GPU da geração Alchemist. Esta é apenas a primeira numa linha planeada de melhorias geracionais para estrutura de núcleo gráfico da Intel, que será seguida pela “Battlemage” em placas Xe2 HPG, “Celestial” em placas Xe3 HPG e “Druid” em placas Xe Next Architecture.

No evento a Intel abordou também a sua tecnologia XeSS, que pretende fazer concorrência à DLSS da Nvidia. A Xess irá estrear-se já na primeira arquitetura gráfica Arc, Alchemist. Tal como a DLSS, a Xess irá fazer o upscale dos jogos a partir de uma resolução baixa para providenciar uma taxa de frames mais suave sem comprometer a qualidade de imagem.

A Intel vai utilizar também núcleos Xe dedicados nas próximas GPUs para alimentar a sua tecnologia XeSS e motores de matriz dedicados Xe Matrix eXtensions (XMX) para providenciar processamento de IA por hardware.

A empresa acrescentou que promete não limitar a XeSS apenas a produtos com XMX. Planeia disponibilizar XeSS numa vasta série de hardware no futuro, inclusive até em gráficas integradas.

Foi apresentada uma demonstração breve onde é possível observar o resultado da XeSS na prática. Nesta demonstração foi então apresentada um demo renderizado em tempo real tanto em 4K nativo quanto em 1080p escalado para 4K através da XeSS, mas a correr com o dobro dos fps. É certo que a demonstração impressionou, mas devemos ter em mente que a Intel só mostrou uma parte controlada da demonstração e a uma velocidade bastante lenta. Teremos que esperar para ver como esta tecnologia se porta na realidade num ambiente de jogo acelerado e como se compara ao lado de outras soluções de upscaling baseadas em IA, como a tecnologia DLSS da Nvidia.

Tal como já havia sido partilhado na apresentação da Intel Arc, a Intel confirmou novamente que a Alchemist oferecerá suporte completo para DirectX 12 Ultimate com ray tracing baseado em hardware com suporte para DirectX Raytracing (DXR) e Vulkan Ray Tracing. Além disso, a empresa também anunciou que o Unreal Engine 5 já está a trabalhar sob os seus SoCs Alchemist.

A Intel anunciou ainda que não fabricará os seus Alchemist SoCs por conta própria. Como parte de sua estratégia IDM 2.0, a Intel vai recorrer à TSMC.

Resta-nos aguardar pelas próximas novidades e informações que todos queremos realmente saber, como as especificações das placas gráficas, preços e data de lançamento.

ARTIGOS RECENTES

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *